Diários de Uma Feminista. Tecnologia do Blogger.

Amiga, você merece mais que esse abuso travestido de amor


Papo reto, miga! 

Você não é indesejável como ele lhe faz crer e ele não é sua única opção. Você não está louca só porque passou a apontar as falas problemáticas dele. Você não é histérica porque reclama das atitudes grosseiras dele. Você não é exigente demais por querer respeito, empatia e atenção. Você não é romântica-idealista por desejar reciprocidade. Você não é "sem valor" porque se veste como gosta e não como ele quer. Você não é ''oferecida'' porque não abriu mão das suas amizades masculinas por conta do ciúme doentio dele. Você não merece apanhar porque não o obedeceu como se ele fosse seu proprietário e você seu objeto pessoal-sexual. Você não é insensível, fria e egoísta porque nem sempre está disposta ou com vontade de transar e, por isso, se ele lhe trair, a culpa será sua. 

Você não merece ser agredida, humilhada, inferiorizada, subjugada, censurada, limitada e culpabilizada por alguém que quer lhe controlar e manipular para fazer você de gato e sapato para inflar o próprio ego. Você não merece um amor meio bosta, meio bolsominion, que precisa lhe diminuir enquanto mulher para que você aceite abusos para não ficar ''sozinha'' ou sem ele. 

Dos amores que vão e vêm, apenas um merece estar sempre com você, em qualquer situação: o próprio.

Lizandra Souza.

0 comentários:

Postar um comentário

Feminismo é a ideia radical de que mulheres são gente!