Diários de Uma Feminista. Tecnologia do Blogger.

Feminismo não é paz e amor, é resistência e luta



Sempre que uma crítica feminista mais agressiva é feita ao Patriarcado e, como tal, atinge os privilégios masculinos e o comportamento misógino DOS HOMENS CISGÊNEROS, aparece femimiminista liberal para chorar agressividade, porque ''feminismo é paz e amor''. Paz e amor o caralho do movimento hippie, amigas, feminismo É RESISTÊNCIA FEMININA, é luta, é dor, é sobrevivência! Feminismo não é passar pano para macho, para ego de macho escroto que se indigna mais com generalizações de internet que com o fato de que todo dia tem mulher sendo assassinada, estuprada, mutilada, espancada, humilhada, oprimida por macho escroto. PENSEM MAIS NAS SUAS IRMÃS!!!

''Feminismo'' que é feito para agradar macho não é feminismo. Feminismo de verdade tem que incomodar mesmo, tem que colocar o dedo na ferida, tem que apontar privilégios, tem que generalizar o que por si só já é genérico: a dominação masculina e a violência que as mulheres sofrem advinda dela. Tem mulher morrendo na mão de macho todo dia, todo dia tem mulher sendo estuprada por macho, espancada, agredida, humilhada... coloquem isso na cabeça de vocês e parem de chorar por macho por post de internet. Não se trata de odiar homem, se trata de ter amor próprio acima de ego de homem inconformado com a perda de seus privilégios ou com o fato de que não vai receber biscoito por se achar a exceção por respeitar mulheres. 

Vocês, machos, podem trocar o "Sou exceção, nunca estuprei ou assassinei nenhuma mulher blablabla não generaliza feminazi" por "Entendo sua dor, mulher, seu medo e sua revolta e apoio você. Conte comigo!''. Mostre que é uma "exceção'', MOSTRE, não fale, MOSTRE seu desconstruidão da porra toda!!!

Lizandra Souza.

1 comentários:

Feminismo é a ideia radical de que mulheres são gente!