Diários de Uma Feminista. Tecnologia do Blogger.

Mulher de verdade é aquela que... EXISTE!


Sempre que vejo macho exaltando as "mulheres de verdades" meu globo ocular se contrai e me dá uma pena e vergonha alheia das mulheres que se submetem a isso para agradar macho. Eu não ligo paro o macho, ele que se foda, o que me preocupa são as mulheres que compram isso. 

Mulheres reproduzem machismo porque são socializadas a reproduzi-lo, porque desde que nascemos somos inseridas numa sociedade que faz de tudo e usa de vários mecanismos de internalização do machismo em nós. Dos discursos cotidianos as novelas que nós assistimos, das músicas que escutamos aos livros que lemos. 

Contudo, nós não somos programadas para sermos sujeitos a-críticos a vida toda, nós podemos reverter nossa realidade, ter a iniciativa de não aceitar o status quo ao invés de nos aliarmos e nos alienarmos por ele. NÃO SOMOS ROBÔS. Determinismo a gente deixa no Naturalismo do séc., XIX. 

Mulher de verdade na concepção machiana: submissa, pacata, assujeitada, amélia, abnegada, casta, silenciada, burra, trouxa, iuzomista, sem vida própria. 

Mulher de verdade na concepção de qualquer pessoa que tenha noção do ridículo: aquela que EXISTE independente da opinião alheia sobre ela.

Como saber se uma mulher é de verdade:

Chega na mina e pergunta "oi, você existe?", se ela responder "sim" ou algo do tipo é porque ela é de verdade, se ela não falar nada, ficar sem reação, imobilizada... é porque provavelmente ela é sua boneca inflável que você tenta fazer de mulher! Então, ela não é uma mulher de verdade!

Lizandra Souza.

0 comentários:

Postar um comentário

Feminismo é a ideia radical de que mulheres são gente!