Diários de Uma Feminista. Tecnologia do Blogger.

Feminismo branco, o que é?


Feminismo Branco é uma expressão que designa o feminismo das feministas (brancas) que não faz recorte de etnicidade, que universaliza o ser-mulher, que ignora os privilégios de etnia/cor das mulheres brancas e que não contempla em suas pautas as dificuldades  específicas que atingem as mulheres negras somente pelo fato de elas serem negras. Não é em si uma vertente (como a interseccional, marxista, negra, indígena etc), pois nas vertentes existem a defesa política de pautas e recortes teóricos específicos e o que ocorre com o ''feminismo branco'' é mais a manifestação de uma estrutura: o racismo e a invisibilização da mulher negra na sociedade, o que não deixou de acontecer nem dentro do movimento feminista.

''Só porque sou branca meu feminismo é branco?'', essa é uma pergunta que tenho lido com certa frequência quando surge essa questão do feminismo branco. Devido a isso deixo abaixo minha posição quanto a isso.

Seu feminismo é branco não simplesmente porque você é uma feminista branca.

Seu feminismo é branco quando você não faz recorte de etnicidade nas suas falas, pautas, problematizações. 

Seu feminismo é branco quando você silencia mulheres negras. 

Seu feminismo é branco quando você universaliza a perspectiva feminina com "somos todas iguais" sem considerar as especificidades de opressão pelas quais mulheres negras passam e você não. 

Seu feminismo é branco quando você é contra a legalização do aborto (a serviço das pobres já que as ricas FAZEM de forma segura) ignorando que quem está mais vulnerável socioeconomicamente são as mulheres negras. 

Seu feminismo é branco quando você alega que ''mulher não oprime mulher" ignorando a enxurrada de minas brancas oprimindo as negras. 

Seu feminismo é branco quando você acha que a problemática sobre apropriação cultural é besteira, que não existe isso de "mudar" símbolo de crença, luta e/ou resistência só porque você o usa por achar bonito, por estar na moda etc. (Enquanto quem produz a cultura de forma direta é marginalizado por reproduzir a mesma). 

Seu feminismo é branco quando você alega sofrer racismo reverso numa sociedade pós-escravagista, de padrão cultural brancocêntrico. 

Seu feminismo é branco quando você deslegitima o empoderamento estético-negro. Quando te incomoda ver preta se achando bonita, exaltando o próprio cabelo, a própria cor. 

Seu feminismo é branco quando você não reconhece privilégios e não busca desconstruir seu racismo. 

É da natureza dos privilégios cegar as pessoas privilegiadas, fazê-las enxergar somente aquilo que lhes convém, o que serve pra sustentar seus benefícios e a posição de desvantagem das minorias que buscam contra-hegemonizar. Contudo, é da natureza da desonestidade intelectual ter acesso à informação e continuar com os olhos propositalmente vendados.


PS: Por que o feminismo negro é uma vertente legítima? Exatamente por haver essa estrutura brancocêntrica dentro do movimento feminista, as mulheres negras precisaram criar seus espaços de fala, representação e protagonismo. 
PS 2: Existem militantes que consideram "Feminismo branco" uma vertente, sendo que pra ser feminista branca basta você ser uma mulher branca, posição determinista e reducionista da qual eu discordo.  
PS 3: Ser uma feminista-aliada da luta das mulheres negras não te faz protagonista do feminismo negro (se você não é negra), pois este é pautado e liderado por mulheres negras. Existem outras vertentes que não universalizam a perspectiva brancocêntrica que são aliadas a causa negra, como o feminismo interseccional e o feminismo marxista, nos quais qualquer mulher, independente de etnia, pode ser protagonista. 


Lizandra Souza.

0 comentários:

Postar um comentário

Feminismo é a ideia radical de que mulheres são gente!