Diários de Uma Feminista. Tecnologia do Blogger.

Não existe piada de estupro, existe apologia ao estupro


Estupro NUNCA é piada.
Estupro NÃO é brincadeira.

Estupro não é motivo de piada, logo não existe piada de estupro, existe apologia ao estupro sendo naturalizada por meios de expressões que na cabeça de gente misógina (ou que internalizou a misoginia) tem "graça". Dizer que existe piada de estupro, mesmo que "sem graça'' é naturalizar, por meio dessa expressão, a cultura do estupro. Pois abre espaço pra que estupro seja associado a piada, mesmo que uma piada ''sem graça'', logo legitima também aquele discursinho do "você é que não soube interpretar". Ora, o problema não é a interpretação de alguém sobre o que chamam de ''piada'' de estupro, mas o fato de ter gente achando que estupro é piada, seja de bom ou mau gosto, seja com ou sem graça.


Não faça apologia ao estupro através de discursos misóginos: pseudopiadas que só naturalizam essa violência. Enquanto você ri ou faz uma pseudopiada de estupro uma mulher é violentada. Ela está sendo violentada e o culpado TAMBÉM é você que ajuda a incentivar/naturalizar isso.



Lizandra Souza.

1 comentários:

Feminismo é a ideia radical de que mulheres são gente!