Diários de Uma Feminista. Tecnologia do Blogger.

Fui bloqueada no Facebook porque pedi ajuda para uma mulher em situação de vulnerabilidade



É proibido ser militante feminista no Facebook. É proibido falar dos direitos das mulheres. É proibido pedir ajuda para mulheres em situação de vulnerabilidade. Pode-se acessar o Facebook e usá-lo para promover ódio a uma etnia, classe, gênero, sexualidade, mas militar virtualmente contra quem prega discurso de ódio institucional não pode, pois isso fere os padrões da comunidade. Pelo menos foi isso que definitivamente concluí ao ser mais uma vez bloqueada injustamente no Facebook somente porque pedi em um post na página Diários de uma feminista ajuda para uma mulher que está desempregada e passando por sérias dificuldades. Na postagem, eu transcrevi o relato da moça e seu pedido de ajuda, para que alguém se soubesse de alguma vaga de trabalho a contatasse ou a contratasse. Jamais passou pela minha cabeça que um post tão simples pudesse ferir os padrões da comunidade e que resultaria em um bloqueio de 30 dias. 

Já fui bloqueada por fazer postagens anti-machismo, anti-racismo, anti-LGBTfobia, desde o início dos constantes bloqueios eu desconfiei que a equipe de análise de denúncias do Facebook não bloqueia usuários e remove posts por conteúdo, mas por quantidade de denúncias, hoje não tenho dúvidas. 

Em menos de dois meses o Facebook bloqueou por trinta dias minhas duas contas principais, me impossibilitando de fazer publicações, comentários e de responder mensagens porque supostamente o que eu posto na página fere os padrões da comunidade. A equipe me avisou que se eu continuar ferindo os padrões, a Diários de uma feminista será EXCLUÍDA. Não vou excluir a página, então deixarei que façam isso... pois eu definitivamente não vou deixar de falar de feminismo. No mais, tenho o blogue e em breve criarei uma conta no Youtube, vai ser difícil me calarem!

Sobres os dois bloqueios... No primeiro caso, antes da conta Lizandra Souza (I) ser bloqueada há mais ou menos 25 dias, eu contatei o Facebook com dias de antecedência ao bloqueio para informar a equipe de um grupo de haters misóginos que vinha atacando a página, a mim e algumas das seguidoras que se manifestavam por comentários contra a babaquice deles. Enviei prints e links a respeito das atividades do grupo, os quais mostravam as ameaças a página e também posts e comentários misóginos, racistas e LGBTfóbicos que os membros faziam... a resposta do FB foi que "iam analisar". Menos de duas semanas depois essa minha conta foi BLOQUEADA sem nenhuma explicação, apenas disseram que um post havia sido removido da Diários de uma feminista, mas nem sequer mostraram que post foi. Tudo muito suspeito! Revoltada, contatei a equipe, falei diversas vezes com eles... por fim, me disseram que uma vez que fui bloqueada, não podiam fazer nada por mim. Eu avisei ao FB que tinha um grupo denunciando aleatoriamente minha página para ela ser removida e para eu ser bloqueada injustamente e o que acontece? ME BLOQUEIAM. 

Sobre o segundo bloqueio, hoje não consegui acessar minha segunda conta Lizandra Souza (II) pelo celular, quando acessei pelo PC, apareceu a notificação de que essa conta também foi bloqueada por 30 dias pois fiz um post que feriu os padrões da rede. Dessa vez mostraram o post que foi removido, justamente esse que comentei anteriormente, uma simples publicação que pedia AJUDA para uma mulher desempregada, com dívidas e precisando muito de ajuda. 


É absurdo, enquanto isso páginas que pregam pedofilia, racismo, xenofobia, gordofobia, misoginia, LGBTfobia... continuam agindo livremente no Facebook, mas a minha página merece notificação de que poderá ser removida se eu continuar fazendo posts assim? Posts pedindo ajuda para mulheres? Posts falando dos direitos das mulheres? Perco o perfil, a página, o caralho a4, mas não deixarei de falar de feminismo. Se for o caso, crio outra página, outra conta, até saio dessa comunidade de merda e me dedico ao ativismo virtual em outras plataformas, como a Blogger que oferece mais segurança aos seus usuários, mas não deixarei de escrever. 

Fiz um post na página para falar dessa situação para as seguidoras, muitas ao comentarem sua indignação com esse mecanismo de análise do FB falaram que várias vezes denunciaram páginas com discurso de ódio, mas que nunca tiveram retorno positivo em suas denúncias. Diante disso, nós podemos ver quais são realmente os critérios e ideologias da equipe FB Brasil ao bloquear ou remover perfis/páginas feministas. 

Lizandra Souza.

0 comentários:

Postar um comentário

Feminismo é a ideia radical de que mulheres são gente!